É o tipo de câncer mais comum em vários países. Estamos falando do câncer de pele, uma doença que atinge, em maior número, pessoas com mais de 40 anos e de pele branca. Pode ser causado pela exposição prolongada aos raios solares e tem como causa, também, a predisposição genética.

O tumor, geralmente, aparece na camada mais externa da pele, a epiderme. Ele é formado por células da pele que sofrem algum tipo de mutação e se multiplicam descontroladamente, formando um novo tecido, chamado de neoplasia. limpeza de pele

Existem três tipos principais de câncer de pele: o carcinoma basocelular (bastante frequente e menos agressivo), o carcinoma espinocelular (começa como uma ferida que cresce rápido, é mais agressivo) e o melanoma maligno (é o mais grave e raro, pode se espalhar rapidamente atingindo outros órgãos).

Os primeiros sinais de câncer são algumas feridas que aparecem na pele sem explicação, ou ainda, pintas que aumentam de tamanho e cor. Podem coçar, doem e sangram frequentemente. Quando esses sintomas são percebidos, é preciso procurar um médico, pois, quanto antes o diagnóstico for feito, haverá mais chances de cura.

Prevenção do Câncer de Pele

Protetor solar para previnir cancer de peleUma das melhores formas de prevenir o câncer de pele é proteger-se dos raios ultravioleta, provenientes do sol. Esses raios são extremamente danosos para nossa pele. Para atenuar seus efeitos, não é recomendável expor-se ao sol entre as 10h e às 16h. Mas, fazer uso do filtro solar diariamente, é obrigatório.

O rosto deve ser a parte mais protegida, porque é onde ocorre o maior número de casos de câncer de pele. Procure sempre fazer uma limpeza de pele adequada, passe sempre o protetor e dê atenção especial aos lábios e orelhas também. Use chapéu quando a exposição ao sol for excessiva: ele ajuda a bloquear a passagem dos raios, protegendo a cabeça e o rosto.

Procurar o dermatologista anualmente pode ajudar a prevenir o câncer de pele, ou ainda, o diagnóstico pode ser feito precocemente, o que aumentam as chances de cura, pois se inicia o tratamento o quanto antes.

Fatores de Risco do Câncer de Pele

Fatores que contribuem para o aparecimento do câncer de pele:

  • Pré-disposição genética e histórico familiar da doença;
  • Vasta exposição ao sol, sem proteção, durante a vida;
  • Ter pele, olhos e cabelos claros;
  • Albinos ou portadores de outras doenças que facilitam a incidência do câncer;
  • Exposição a produtos químicos, como arsênio e alcatrão;
  • Tabagismo;
  • Baixa imunidade.

O sol e o envelhecimento da pele

Efeitos do sol na peleOs efeitos da exposição ao sol são cumulativos, isto é, as consequências costumam aparecer anos depois, mais frequentemente, depois dos 40. Por isso, a proteção durante a infância e a adolescência é tão importante para a prevenção do câncer e de outras doenças.

Um dos efeitos dos raios ultravioleta na pele é o envelhecimento precoce. A pele envelhece naturalmente, de acordo com o passar do tempo, mas algumas interações ambientais podem acelerar esse processo e deixar marcas na cútis. O sol é um desses fatores que contribuem para o envelhecimento da pele. Dentre outras consequências, estão as manchas e pintas que aparecem na epiderme e podem evoluir para um câncer.

Sintomas de Câncer de Pele 

  • Lesões cutâneas de cor avermelhadas ou rosas, têm formato de nódulo e crescem progressivamente;
  • Pintas na pele que estão sempre aumentando de tamanho, podem coçar, descamar, arder e sangrar frequentemente;
  • Marcas de nascença que mudam de tamanho, cor e espessura;
  • Feridas que demoram mais de quatro semanas para cicatrizar.